18 Sep 13

Como anda a sua saúde?

Saúde express
Por Luciana Vieira

corda_bamba

Londres é uma cidade bastante difícil para se viver. Aqui nem todos podem ter o conforto que temos em São Paulo, porque andar de carro é inviável, mas o metrô e os ônibus vão para toda parte e funcionam bem. Então quem é que precisa de carro? Passar muito tempo em transporte público cheio (não abarrotado como é em São Paulo, diga-se de passagem), principalmente no metrô (sem ventilação) tem suas desvantagens. A gente precisa estar com o sistema imune forte para não pegar um dos milhões de vírus que ficam passeando ao nosso redor. Juntando isso ao fato de que aqui já chegou o inverno no começo de setembro (hoje de manhã estava fazendo 12 graus quando saí de casa), já temos formula perfeita: frio + sistema imune em baixa = vírus fazendo a festa.

Como anda a sua saúde?

mulher_resfriado

Eu ando menos de metrô e sou menos exposta ao frio do que todos lá em casa, então não posso me “vangloriar”muito, mas desde que mudei minha alimentação não pego mais do que um ou dois resfriados por ano (espirro por 2 dias e fico com o nariz escorrendo, sem febre alguma). Meu marido depois que fez alguns ajustes em sua alimentação começou a perceber que sua saúde melhorou muito e agora é o primeiro a sentir os efeitos da má alimentação quando passamos alguns dias mais relaxados (mais cansaço, noites pior dormidas etc).

Pensei em publicar este post porque hoje de manhã a babá da Olivia chegou comentando que estava começando a sentir a garganta e a Naná (que tem grande participação em muitos pratos que fotografo para o blog) não veio trabalhar porque estava com dor de garganta. A Olivia, que começou escola na semana passada, começou a ter alguma coisa sábado passado, nariz escorrendo, ficou roquinha, mas logo estava bem e seja o que for que tenha tentado chegar ali, seu organismo já se encarregou de rebater (aliás, ela não fica doente desde dezembro do ano passado, quando voltamos do verão brasileiro direto para a neve que caiu em Londres). Não sei quanto tempo vai durar o incômodo que as meninas têm na garganta (normalmente melhoram rápido porque de alguma forma comem mais saudável do que média), mas o que estou tentando dizer aqui é que quando conseguimos manter uma boa saúde por meio da alimentação correta e bons hábitos de vida, das duas uma: ou o bicho não aparece… ou se aparece, vai embora rápido.

moca_estressada

Quando a gente vai vivendo a vida do jeito que dá, correndo por causa do estresse, comendo qualquer coisa em cima do teclado ou durante uma reunião de trabalho, a gente tem pouco tempo para prestar atenção nos sinais que o nosso corpo nos dá. A gente se sente cansado sem motivo um dia (ou quase sempre como era meu caso), tem uma dor de cabeça, um acesso de alergia e acha que é normal! Gente, isso não é normal! Normal é viver com saúde e veja que saúde não significa apenas a ausência de doença! Uma pessoa com saúde não passa o dia cansada ou bocejando depois de dormir de 6 a 8 horas (variando de pessoa para pessoa), não tem dores de cabeça frequentes, nem dores de barriga. Não tem resfriados por mais de dois dias que a impedem de trabalhar. Uma pessoa saudável vai ao banheiro todo dia (mais de uma vez ao dia, inclusive) e tem bom apetite (não um apetite que te faz querer comer um boi inteiro e depois te deixa passando mal, sem conseguir levantar da cadeira).

equilibrio

Eu queria apenas dizer que é possível (e NÃO é difícil) mudar essa condição. E é possível começar hoje. Não precisa esperar a próxima segunda-feira! Você não precisa passar fome. E também não precisa deixar de comer aquilo que você gosta. Não faça dieta para emagrecer apenas. Não deixe de comer somente porque você precisa perder peso. Evite comer o que engorda também porque aquilo faz mal à saúde! Uma coisa que me ajuda hoje quando estou a fim de enfiar o pé na jaca é pensar na velhice e imaginar que quando eu tiver 60 anos minha filha vai ter 20 e vai precisar que a mãe esteja bem de saúde, com energia e com a cabeça boa para conversar com ela. Encontre a sua motivação também. Você, com certeza, tem vários razões para se cuidar hoje!

 

Se você encontrou algum erro neste texto, por favor, mande sua sugestão de correção aqui.
0 comentários
Escreva o seu comentário
* Não será divulgado

Up