05 May 14

Água com gás faz mal?

Saúde express
Por Luciana Vieira

agua_com_gas_2

Eu sempre fui crítica ao uso da água com gás. Já tinha lido sobre elas e, além de deixá-la para as ocasiões muito mais que especiais, como antes do vinho ou do cafezinho, ainda aconselhava os amigos a não a tomarem com frequência.

Faz um pouco mais de um mês que tomei minha última taça de vinho e desde então não tenho bebido nada alcoólico (mais sobre isso futuramente). Água com gás seria uma boa opção de “bebida” e, foi lendo um artigo esta semana no takepart.com sobre este assunto que resolvi pesquisar mais a fundo o tema, buscando pesquisas que comprovassem tudo o que é falado por aí. O que encontrei foi o seguinte:

Água com gás faz mal?

agua_com_gas

Segundo Jane Lear, neste mesmo artigo, os rumores negativos sobre a água com gás começaram a partir de um mal entendido e publicações “mal escritas como a que pode ser encontrada no Journal of Adolescent Health (de Maio de 94)”. Este estudo encontrou correlação entre consumo de refrigerantes (que também contém gás) e fraturas em meninas de 14 anos de idade, mas não apontou nada conclusivo sobre a relação entre o efeito da água com gás e a ocorrência de fraturas.

Outros estudos sobre água com gás x densidade óssea

Há também outros estudos que ligaram o consumo de refrigerantes à diminuição de densidade óssea, porém o maior deles, o Framingham Osteoporosis Study, mostrou que o consumo de mais de 3 refrigerantes por semana e não bebidas com gás, levaria a um risco maior de baixa densidade óssea, deixando claro também que não havia evidências de que o consumo de bebidas com gás seria prejudicial aos ossos.

Água com gás e saúde dos dentes

De acordo com um estudo publicado no Journal of Oral Rehabilitation, os componentes da água com gás não são os responsáveis pela erosão da camada que protege os dentes. Tal estudo aponta como “culpado” o refrigerante, que contém gás, mas também outros ingredientes prejudiciais à saúde, como açúcar e corantes.

Água com gás e celulite

A celulite é uma forma natural de o corpo armazenar gordura superficial. É uma ondulação na pele, que dá a ela o aspecto de casca de laranja ou ricota (terrível comparação para um site que fala sobre comida).
A água com gás não é a responsável pelo aparecimento da celulite, mas sim o peso adquirido por consumir bebidas que contenham açúcar, por exemplo.limao_agua_com_gas

Água com gás desmistificada

Elas não tem calorias, açúcar, álcool ou cafeína. Elas têm poder de hidratação como a água natural. A menos que você tenha alguma condição médica que especificamente o proíba de tomá-la, vá em frente se quiser.

Quando eu “pensava” em água com gás, nunca sabia ao certo como ela era “produzida”. Não reconhecia a diferença entre água natural com gás, água reforçada com gás natural etc…

Em um artigo da Super Interessante de 2002, encontrei a explicação e, simplificando, entendi que existem 3 tipos de água com gás:

  1. água mineral natural gasosa (com gás natural);
  2. água mineral natural reforçada com gás carbônico natural (quando o gás é proveniente da mesma fonte de onde foi retirada a água, mas foi adicionado à ela após o momento de sua captação);
  3. água mineral natural (ou de nascente) gaseificada artificialmente (com adição de gás carbônico, usualmente industrial, cuja origem não é a mesma fonte de onde vem água).

Na minha pesquisa consegui identificar que as águas mais bem avaliadas no Brasil (como é o caso do San Pellegrino, Perrier e São Lourenço, marcas da Nestlé) se enquadram na segunda categoria (são naturais, porém “reforçadas” com gás oriundo da mesma fonte), porém a maioria das águas que encontramos por aí são gaseificadas artificialmente (aca!). Não consegui até o momento encontrar informação sobre marcas que comercializam água mineral natural gasosa (sem posterior adição de gás), se é que este tipo de água é comercializada para beber! (se você tem essa informação, por favor, me envie no formulário de contato!).

E a água tônica?

Antigamente pensava-se ser a água tônica um produto saudável com efeitos quase medicinais, devido à quinina contida em sua composição. Porém, a quantidade de quinina (principalmente nos dias de hoje) é tão baixa que não faz a menor diferença. Além disso, a água tônica, como qualquer refrigerante, é rica em açúcar. Cada latinha contém 10 colheres de chá de açúcar segundo a nutricionista Cátia Medeiros, da clínica Atual Nutrição (fonte).

Você gosta de água com gás? Em que ocasiões você prefere água com gás à sem gás?

Se você encontrou algum erro neste texto, por favor, mande sua sugestão de correção aqui.
13 comentários
  1. Alvaro 26 Aug 2014 | 23:05

    Prezada Luciana Vieira,
    Gostaria de lhe informar em relação ao seu comentário
    sobre águas com gás naturais, o seguinte:
    Informo-lhe que a Água das Pedras, é uma água com gás natural de origem Portuguesa, respeitante ao seu primeiro escalão que atribuiu nas águas com gás.
    Grato,
    Alvaro de Souza

    Responder
    • Luciana Vieira 27 Aug 2014 | 14:27

      Alvaro, obrigada por dividir aqui esta informação. Agora todos já podem saber que água tomar ao visitar Portugal. Um abraço, Luciana.

      Responder
  2. Suellen 23 Sep 2014 | 14:16

    Sempre tomei muito refrigerante, hj tenho substituído o refrigerante por água com gás. Quando vou comer um lanche ou uma pizza (que pediam uma coca cola), hj estou conseguindo tomar uma água com gás. Por isso estou pesquisando sobre ela.
    Gostei muito das informações!
    Pois meu receio era estar trocando algo que tanto gosto (refrigerante) por algo que talvez não seria tão saudável.

    Responder
    • Luciana Vieira 28 Sep 2014 | 11:19

      Oi Suellen, você está certíssima fazendo essa substituição… E como o tempo e a ausência do refrigerante na nossa vida, a água com gás fica cada dia mais gostosa… Sem contar que vc pode adicionar limão, menta ou outra erva e fica mesmo muito bom! Quando temos algum evento, e meus amigos estão tomando cerveja, vinho etc, tomo mais de 1 garrafa de água com gás, e é como se fosse um drink mesmo. Adoro!

      Responder
  3. zenildo pereira 07 Dec 2014 | 18:53

    Ola perfeita materia…a meses estavo procurando um tempo pra pesquisar melhor sobre agua com gaz pois consumo bastante em media de 2 a 3 garrafas de 500ml por dia,ja estavo preocupado se realmente faria mal ou nao,graças a DEUS to aliviado….e tome agua com gaz faz muito bem…

    Responder
    • Luciana Vieira 24 Jan 2015 | 14:17

      Zenildo, tudo bem? Desculpe-me por levar tanto tempo para responder. Estava de férias e depois, com meu retorno a Londres, ainda não tinha conseguido voltar a escrever. Lembre-se sempre de que nosso corpo necessita de uma boa quantidade de água pura por dia. Procure apenas não substituir a água pura pela com gás e use a água com gás como um “drink”, algo mais eventual e que te proporcione prazer. Beba com moderação!

      Responder
  4. Francisco 10 Dec 2014 | 13:19

    Olá,

    Obrigado pelo artigo. Eu tenho por hábito beber água com gás e a minha mulher reclama todos os dias que faz pedra nos rins e 30 por uma linha.

    Fiquei a saber os diferentes tipos de água com gás, e a minha favorita, é uma água mineral natual gasocarbónica de Portugal que é a Pedras Salgadas e agora vou certamente bebê-la a sentir-me menos culpado :)

    Viva a água com gás! :)

    Francisco

    Responder
    • Francisco 10 Dec 2014 | 13:20

      Esqueci de dizer que de eu beber água com gás regularmente, que meus filhos também adoram desde pequeninos, a partir dos 3 anos mais ou menos.

      Responder
    • Luciana Vieira 24 Jan 2015 | 14:14

      Francisco, obrigada pelo comentário e Viva a água com gás. Ressalto que é importante consumir qualquer produto com moderação. Nosso organismo necessita água pura para seus processos metabólicos, portanto consumir água com gás em substituição à água normal pode ser um erro. Eu adoro água com gás e às vezes, principalmente nas férias, abuso dela como abusaria do vinho, se ainda bebesse! Um abraço!

      Responder
  5. Ducler Gerola 11 Dec 2014 | 18:36

    Parabéns pela matéria. Há muito tempo me habituei a beber água com gás, pois não sou adepto de refrigerante pelas químicas que possui. Cheguei até seu site, pois consumo muita água com gás, e diversas pessoas alertaram sobre todos os mitos possíveis. Estudei medicina ayurvédica, e minha preocupação era justamente o efeito do gás no organismo. Acabei descobrindo também que o bicarbonato é um nutriente que atua quando os alimentos chegam ao estômago, sendo umas das principais barreiras protetoras, o que reduz a acidez e o mal-estar causado por alguns alimentos. E o dióxido de carbono estimula ainda as papilas gustativas, acelerando a secreção gástrica e ativando o esvaziamento do estômago. Apesar disso, é preciso cautela na quantidade consumida, para evitar irritação da mucosa estomacal se houver histórico de gastrite.
    Usando minha base de estudos, aromatizo sempre a água com finas fatias de gengibre, canela-em-pau, folhas de hortelã ou manjericão, que são auxiliares digestivos.

    Responder
    • Luciana Vieira 24 Jan 2015 | 14:11

      Obrigada Ducler por dividir seu conhecimento! Com certeza vai ajudar outras pessoas que ainda têm dúvidas sobre seu consumo. De todas formas, a recomendação é cautela e não exagerar, já que tudo o que é feito com moderação é melhor. Obrigada!

      Responder
  6. ANA LÚCIA G SILVA 27 Aug 2015 | 03:04

    ADOREI A MATÉRIA, TAMBÉM ESTOU SUBSTITUINDO O REFRIGERANTE POR ÁGUA COM GÁS. MAS, SEMPRE CONSUMO A SEM GÁS. REALMENTE ESTOU ME SENTINDO ÓTIMA. SEM OS REFRI… PARABÉNS, PELO SITE E AS INFORMAÇÕES AQUI PUBLICADAS E COMENTADAS.

    Responder
Escreva o seu comentário
* Não será divulgado

Up