Artigos
Alimentação e hábitos saudáveis como medicina

Controle sua ansiedade antes que ela controle você!

mulher_estressada

 

Ansiedade pode ter significados diferentes dependendo de quem se refere a ela ou a sente. Pode ser aquela voz interna que nos fala sem parar e nos deixa preocupados ou então um sentimento desconfortável tão forte que nos leva a um ataque de pânico. Quem entende do assunto diz que não é possível nos livrarmos da ansiedade. Isso é parte do SER humano. Nós nos preocupamos e temos nossos medos por uma boa razão. Apenas quando isso se torna exagerado, se torna destrutivo de alguma forma é que temos um problema.

Quem me conhece bem sabe que eu sou uma pessoa ansiosa. Antes de começar a pensar nesse assunto, a ansiedade sempre me acompanhava e eu achava tudo muito normal. Sabia que eu era uma pessoa agitada, que fazia tudo correndo, mas quem não fazia? Tudo ao meu redor era sempre acelerado. Trabalho que não acabava mais, trânsito sem fim, pessoas atordoadas, estressadas. Foi então que parei de trabalhar, me mudei pra Madrid e logo percebi que estava me sentindo muito melhor. Claro que o fato de ter começado a comer a comida que eu mesma preparava, com alguns dos cuidados que hoje tenho, fez bastante diferença, mas desligar um pouco também ajudou bastante.

Acho que meu cérebro aprendeu a trabalhar nesse modo acelerado, tanto que até hoje, com fases mais intensas e outras menos, me pego correndo sem necessidade, falando rápido, com a cabeça em algum lugar, menos no presente… e faço várias coisas pra me manter mais calma, ser mindful, sem ficar viajando em pensamentos que me agitam e me deixam super ansiosa. Não é nada fácil, confesso que venho “trabalhando” nisso há uns 6 anos e preciso estar atenta porque ao primeiro sinal de estresse meu corpo já entra num anxiety mode que desestrutura tudo… meu sono, minha paz, minha vida pessoal, a forma como lido com as coisas mais simples do dia a dia…

Acho que consigo ter uma lista mental do que eu conheço como forma de diminuir a ansiedade. Fui incorporando pouco a pouco à minha rotina cada idéia abaixo (leia Novos Hábitos para encontrar dicas de como incorporá-los à sua vida):

meditando

  1. Aprendi a meditar.

Já faz um tempo que descobri como a meditação é importante na minha vida. Comecei a meditar com um grupo budista num centro perto de casa, parei por uns tempos (e percebi como meditar mudava toda a minha perspectiva com relação à ansiedade), e agora uso um aplicativo inglês sensacional chamado Headspace. Dê uma pesquisada na Internet. Há várias outras opções gratuitas no You Tube, por exemplo. Procure uma forma de desfrutar desta ferramenta, que além de treinar o cérebro a viver no momento presente (e não sofrer com o passado ou ansiar o futuro), é um excelente calmante natural. Este não é um processo rápido, portanto você deve vê-lo como um investimento a longo prazo. A meditação ajuda a ampliar o “espaço” dentro da mente… E de lá você passa a observar a ansiedade vir e ir embora sem que ela te esmague por completo. Nós deixamos de lutar contra ela, paramos de resisti-la, e mudamos totalmente nosso relacionamento com ela.

tomando_cha

  1. Aprendi a tomar chá e quando estou ansiosa, corto totalmente o café.

Além de agora achar uma delícia tomar chá, tenho várias misturas p/ diferentes momentos. Chá verde é um bom substituto do café, além de ter propriedades antioxidantes ele é também anti-inflamatório, tendo sido provado que atua no organismo de forma parecida com o Ibuprofeno ou a Aspirina. Os chás de ervas também podem ser calmantes. Além de serem quentinhos e darem uma acalmada gostosa no corpo. Quando estiver se sentido péssima, sirva-se de chá numa xícara bacana e sente numa poltrona confortável tentando apenas sentir o sabor, o aroma do chá, o calor da xícara nas suas mãos. Faça um chá de camomila (veja como prepará-lo de forma correta aqui) para acalmar a mente.

 

  1. Procuro ter uma rotina para tudo.

Quando me encontro numa espiral de ansiedade, às vezes se torna difícil concluir as atividades mais simples. Desenvolver previamente uma rotina, ajuda. Sem contar que a mente fica muito mais tranquila diante do previsível. Fazer uma lista de to do’s simples facilita minha vida e eu consigo ir p/ a cama mais tranquila sem ficar pensando no que não posso me esquecer no dia seguinte.

mulher_bonita_dormindo

  1. Tento descansar sempre que posso.

Depois que a gente tem filhos essa parece uma tarefa impossível. Hoje aproveito cada minuto extra p/ relaxar. Durma até tarde quando pode, respire fundo quando se lembrar, olhe no horizonte de tempos em tempos quando estiver concentrado no computador. Preste atenção no seu corpo, veja onde está a tensão e procure relaxar. Você pode estar franzindo a testa, estar com os ombros travados… Vá para a cama cedo (em dias normais, 10 da noite deve ser nosso limite). Desligue todos os gadgets do seu quarto para dormir melhor. Combata a insônia. Preste atenção em como você está comendo… Se quando vê já comeu o prato inteiro alguma coisa está errada. Seja mais consciente e desacelere.

quietude

  1. Procuro encontrar alguma quietude no meu dia.

Mesmo vivendo no meio da cidade, tento encontrar algum lugar mais calmo, onde eu possa, mesmo por alguns minutos, respirar e observar a natureza. Se você também mora na loucura da cidade, encontre algum canto que te transmita alguma paz. Uma praça, uma sombra de árvore. Se não for possível, aproveite o fim de semana para ver o mar, passar o dia numa cidadezinha próxima, estar em contato com a natureza. Desligue um pouco o celular. Leia Por Que Você Precisa Aprender a Relaxar?

 

  1. Lembro-me sempre de ser mais gentil comigo mesma.

Tenho que me lembrar de não me cobrar tanto. Sou exigente demais comigo mesma e quando penso sobre isso, entendo que não faz o menor sentido me demandar tanto… Começar a se “tratar” melhor muda muita coisa. Quando começar a se cobrar demais e achar que você poderia fazer melhor, pense no quanto você é especial e em tudo o que já conquistou.

 

  1. Uso óleo de gergelim e sal de Epsom (Sulfato de Magnésio) de 2 a 3 vezes por semana.

Com o óleo faço auto-massagem ou peço p/ massagista usá-lo quando faço massagem. Uso Epsom Salts num banho de imersão (de 2 a 3 xícaras na banheira) ou se estou sem tempo, mergulho meus pés num balde antes de dormir (1/2 xícara é suficiente). Considero os 2 juntos um “sossega leão” daqueles. Tente essa receita. Você não vai se arrepender. Se fizer antes de se deitar, então, ainda melhor.

 

  1. Não passo mais do limite nos exercícios.

Sempre achava que me acabar na academia e na corrida eram a melhor coisa que podia fazer. Até começar a estudar um pouco de fisiologia e entender o que acontece com o corpo quando a gente se exaure. Exercício extenuante provoca um impacto negativo nas glândulas suprarrenais (responsáveis por liberar cortisol – o hormônio do estresse – e adrenalina), justamente as que você precisa tratar com todo cuidado possível para não sobrecarregá-las. Realmente não dá p/ ficar sem atividade física, mas os exercício moderados são os melhores.

tv_controle_remoto

  1. Não assisto filmes ou notícias que me deixam ansiosa.

Parei de assistir séries como Damages ou House of Cards depois dos primeiros episódios porque pensava o seguinte: passo o dia inteiro tentando me desestressar e aí ponho tudo a perder na frente da TV. Evite esse tipo de estímulo, pelo menos à noite. Você vai ver que isso te deixa mais tranquilo, facilitando o sono, e fazendo melhor seu dia seguinte.

 

  1. E o que hoje considero mais importante de tudo é algo em que ainda estou trabalhando para melhorar… E estou ainda longe de chegar lá, mas é meu objetivo. Deixar de gastar minha energia e tranquilidade com pensamentos inúteis e negativos. A preocupação tem um efeito absurdo sobre o sistema nervoso, podendo até disparar uma crise de ansiedade. Vale tudo. Meditação, Yoga, Tai Chi, Qi Gong, qualquer exercício ou terapia para não se deixar levar por esse tipo de pensamento. A gente sempre ouve que dá o mesmo trabalho pensar positivo ou negativo, então porque não pensar positivo, já que o impacto, pelo menos no nosso corpo, é melhor? Embora seja verdade que pensamento negativo transforma ansiedade em ação, raciocínio que para mim é absolutamente correto, seria muito menos penoso passar ilesa por situações que hoje me tiram do prumo.

 

E nem comecei a falar sobre Alimentação, mas você encontra mais informação sobre isso no artigo Alimentação Natural Passo a Passo. Ali falo como introduzir hábitos alimentares mais saudáveis, o que é essencial para o nosso bem estar.

 

Costumo pensar que levei mais de 30 anos num mindset de estresse porque, como falei, isso tudo era absolutamente normal. Estou tentando ser gentil comigo mesma aceitando que reaprender um novo padrão de comportamento em alguns anos realmente não é fácil, mas tenho que reconhecer que estou num bom caminho.

 

E você, como lida com a sua ansiedade?

> Encontre aqui a receita mencionada acima
0 comentários
Escreva o seu comentário
* Não será divulgado

Up