Artigos
Alimentação e hábitos saudáveis como medicina

Alergias e Resfriados

casal_resfriado
Os resfriados normalmente chegam com força total no final do verão e durante o outono. Segundo a macrobiótica, o corpo começa a se livrar dos excessos a que foi acometido durante o verão. Em tempos mais quentes naturalmente temos mais vontade de comer alimentos que esfriam o corpo, como é o caso das saladas, frutas, sucos, bebidas frias de um modo geral, normalmente contendo açúcar. Todos esses excessos, além de esfriarem o corpo também o desmineralizam, nos tornando assim mais propensos a pegar um resfriado ou descarregar a mucosidade acumulada por meio de alguns tipos de alergias.

Para evitar que fiquemos doentes no final do verão devemos reduzir a quantidade de alimentos que nos esfriam e nos debilitam. Além disso, é importante que preparemos nosso organismo para a chegada do frio, ingerindo alimentos ricos em minerais e reforçando nosso sistema imune.

Devemos começar a reduzir, antes que se acabe o verão, a quantidade de saladas e verduras cruas que ingerimos. Devemos gradativamente aumentar a ingestão de caldos leves, refogados rápidos de verduras, verduras assadas, etc. Assim se consome verdura visando aquecer o organismo para que pouco a pouco ele se torne mais preparado para enfrentar o frio que vem pela frente. Tais formas de cozimento também vão reforçando a digestão e melhorando a absorção de minerais.

sopa_misso

sopa de misso (missô ou missoshiru) é uma boa opção para ajudar nosso corpo a se preparar para o inverno. É um prato leve, facilmente tolerado no verão e pode ser preparado de várias formas. Se feito da maneira correta, o miso (ingrediente tradicional da culinária japonesa feito a partir da fermentação de arroz, cevada e soja) conserva suas propriedades probióticas, auxiliando na digestão e fortalecendo nosso sistema imunológico.

Antes do final do verão já devemos começar a reduzir a quantidade de doces e sobremesas que comemos. Devemos até mesmo começar a diminuir a quantidade de frutas, já que mesmo as frutas, por conterem alto nível de açúcar (frutose) acabam por acidificar nosso organismo, debilitando-nos. Além disso, segundo a macrobiótica e Medicina Chinesa, possuem uma energia capaz de esfriar nosso organismo. Cozinhar as frutas, fazendo compotas, ajuda a mudar a energia do alimento.

Comece a investir nos chás mais naturais. O Kukicha (conhecido como Ban-chá no Brasl) é uma boa dica para ser consumido a partir do final do verão (e durante ele também). A macrobiótica costuma indicá-lo como um chá de consumo diário. O Bancha e o Chá Verde são provenientes da mesma planta, porém têm suas diferenças. O verde é feito com folhas mais novas e o Bancha é produzido a partir de folhas que permanecem no pé, no mínimo, três anos. O Bancha contém, assim, menos cafeína e tanino, o que lhe confere um sabor mais fraco, porém tem praticamente as mesmas propriedades terapêuticas do Chá Verde. Entre as principais propriedades do Ban-chá, estão seus poderes de alcalinização do sangue e seu alto teor de sais minerais, incluindo o cálcio.kukicha_varios_japoneses

Esses mesmos cuidados devem ser observados quando se viaja de um lugar quente para outro mais frio. É o que acontece quando passamos o verão no Brasil e voltamos para Londres durante o inverno. A família toda fica doente quando não temos tempo para nos preparar para a volta. É um verdadeiro choque para o organismo, que não conseguindo se adaptar rapidamente à nova condição climática, deixa de atacar os vírus que estão por aí, já que o sistema imune está bastante reprimido.

Em resumo, o que se pode fazer:

  1. Diminua as saladas e verduras cruas, passando a consumir mais verduras cozidas e/ou assadas;
  2. Diminua os doces e as frutas cruas. Podemos cozinhar um pouco as frutas (compotas) para mudar a energia do alimento;
  3. Tome Sopa de Misso;
  4. Tome Ban-chá.
0 comentários
Escreva o seu comentário
* Não será divulgado

Up